Pelos não são nada agradáveis e a possibilidade da retirada definitiva deles e não sofrer mais com lâminas ou cera quente já existe.

Para esse caso temos disponíveis diversas técnicas de laser que eliminam os pelos por completo, como a Luz Intensa Pulsada (LIP), também conhecida como fotodepilação.

A luz é emitida por um aparelho específico, com diferentes comprimentos de ondas, o que permite seu alcance em diversos locais, como os melanócitos, vasos sanguíneos e colágeno.

A LIP pode ser utilizada em diversos tratamentos, desde a remoção de manchas causadas pelo fotoenvelhecimento até a redução de sardas e, claro, a retirada de pelos corporais.

Na fotodepilação, a LIP gera calor e atinge a cor escura dos pelos que “morrem” e são eliminados. Por atingir o colágeno, ainda é capaz de estimular sua produção e remodelar o folículo, de forma que ele se feche e mantenha a pele intacta.

A depilação com luz intensa pulsada é muito indicada para pessoas que apresentam foliculite pilosa, uma inflamação ou infecção dos folículos pilosos causada por uma bactéria chamada estafilococos, ou ainda por algum outro motivo. Aquelas que querem apenas retirar os pelinhos que estão incomodando também podem ser aplicáveis.

O tipo de pele mais indicado para o procedimento é a clara com pelos escuros e grossos. Porém, pode ser feito em qualquer tonalidade de pele, desde que o biomédico esteta que for aplicar a luz intensa pulsada faça boa avaliação da sua intensidade.

E as contraindicações dessa tecnologia são para pessoas gestantes, indivíduos com vitiligo, pele bronzeada, com infecções locais ou ainda aqueles que estejam em tratamento com antibióticos e medicamentos para acne.

Recomendações Biomédicas

  • Procedimentos estéticos não-invasivos e invasivos injetáveis de não exclusividade médica reconhecidos pela Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME), em acordo com as resoluções do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), regulamentações da ANVISA e Leis Federais.
  • Estes procedimentos são de uso e acompanhamento do profissional Biomédico Esteta especializado.
  • As informações divulgadas nesta mensagem não substituem aconselhamento e acompanhamento do biomédico esteta. Antes de tomar qualquer decisão, procure um biomédico esteta especializado e associado à Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME).
  • BIOMEDICINA ESTÉTICA: Especialidade biomédica voltada ao tratamento estético do paciente saudável. O biomédico esteta atua na prevenção do envelhecimento precoce, da melhoria metabólica corporal, do rejuvenescimento facial e cutâneo, queda de cabelo, acne, manchas, estrias, celulite, gordura localizada e demais disfunções estéticas, para que a saúde, beleza, bem estar e autoestima do paciente sejam beneficiadas.
  • Imagens meramente ilustrativas. Os resultados podem variar a cada paciente.

Desconfie de:

  • Tratamentos estéticos extremamente baratos (o profissional bem qualificado tem o seu valor).
  • Insistência do profissional para realizar o procedimento.
  • Corporativismo profissional médico, eles não são os únicos que podem atuar na estética invasiva injetável.
  • Profissionais da saúde não habilitados pelos seus respectivos Conselhos de Classe, Associações, Sociedades e ou Sindicatos.