O peeling de ácido salicílico é um dos principais para o tratamento da acne, porque ajuda a diminuir a oleosidade da pele e, mesmo que não elimine as espinhas já existentes, a substância impede que novas apareçam. As propriedades da substância desativam a ação das bactérias e tratam o problema.

Essa eficiência se dá porque o ácido desobstrui os poros, combate bactérias e promove uma esfoliação que ajuda a equilibrar a pele. Ou seja, a camada superficial da pele vai afinar e descamar, facilitando a renovação celular.

A descamação inicia-se entre quatro a cinco dias após, prolongando-se por cerca de dez dias, com eritema e edema mínimos, podendo o peeling ser repetido entre duas a quatro semanas, no mínimo três aplicações.

O peeling de ácido salicílico é indicado:

  • na acne comedogêgica, inflamatória e cicatricial
  • Pele seborreica e com orifícios foliculares (poros) dilatados
  • nos casos de rosácea pustulosa
  • no fotoenvelhecimento leve e moderado
  • no clareamento das hiperpigmentações

O peeling de ácido salicílico, como todos os superficiais, deve sempre ser realizado seriadamente, com intervalos de 15 a 30 dias e em número de três aplicações. Os resultados são superiores em peles preparadas com as substâncias já mencionadas e selecionadas de acordo com a indicação, substâncias estas que devem ser utilizadas pelo período mínimos de 30 dias.

Existem alguns achados clínicos, hábitos ou antecedentes dos pacientes que devem ser analisados cuidadosamente, pois podem constituir contra-indicação relativa ao procedimento. Os fatores a serem analisados são:

  • Fototipo (Fitzpatrick);
  • Exposição solar/proteção solar inadequada;
  • Grau de fotoenvelhecimento e danos actínicos;
  • Escoriação neurótica;
  • Uso de cosméticos;
  • Uso anterior de isotretinoína ou radiação;
  • Cirurgia plástica pregressa;
  • Tabagismo;
  • Saúde física (angina pectoris) e mental;
  • Medicações;
  • Gestação;
  • História de herpes simples labial;
  • História de cicatriz hipertrófica ou queloide;
  • Expectativa do paciente.

Vale lembrar que todo procedimento realizado com ácido salicílico na Acorporalle é feito em concentração profissional e o paciente não encontrará em qualquer farmácia. Tal tratamento deve ser realizado com recomendação do biomédico esteta.

Recomendações Biomédicas

  • Procedimentos estéticos não-invasivos e invasivos injetáveis de não exclusividade médica reconhecidos pela Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME), em acordo com as resoluções do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), regulamentações da ANVISA e Leis Federais.
  • Estes procedimentos são de uso e acompanhamento do profissional Biomédico Esteta especializado.
  • As informações divulgadas nesta mensagem não substituem aconselhamento e acompanhamento do biomédico esteta. Antes de tomar qualquer decisão, procure um biomédico esteta especializado e associado à Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME).
  • BIOMEDICINA ESTÉTICA: Especialidade biomédica voltada ao tratamento estético do paciente saudável. O biomédico esteta atua na prevenção do envelhecimento precoce, da melhoria metabólica corporal, do rejuvenescimento facial e cutâneo, queda de cabelo, acne, manchas, estrias, celulite, gordura localizada e demais disfunções estéticas, para que a saúde, beleza, bem estar e autoestima do paciente sejam beneficiadas.
  • Imagens meramente ilustrativas. Os resultados podem variar a cada paciente.

Desconfie de:

  • Tratamentos estéticos extremamente baratos (o profissional bem qualificado tem o seu valor).
  • Insistência do profissional para realizar o procedimento.
  • Corporativismo profissional médico, eles não são os únicos que podem atuar na estética invasiva injetável.
  • Profissionais da saúde não habilitados pelos seus respectivos Conselhos de Classe, Associações, Sociedades e ou Sindicatos.