O ácido resorcina é para quem deseja eliminar cicatrizes e manchas decorrentes da acne e pode ser utilizada em hiperpigmentação pós-peeling, queimaduras, cicatrizes e eritemas persistentes.

Ele é um agente cáustico do grupo dos fenóis, porém com propriedades diferentes. Isso porque ele tem uma maior segurança em sua utilização, pode ser feito como esfoliante na forma de pasta ou associados à outras substâncias.

Resorcina apresenta propriedades antissépticas

A resorcina também apresenta propriedades antissépticas, antiseborréicas, antifúngicas, antipruriginosas e esfoliativas.

Apesar de toda sua eficácia, essa substância não causa dano ao organismo porque ela age apenas na derme, é uma camada mais superficial da pele.

Existem vantagens e desvantagens quanto ao seu uso. O lado positivo é pela sua estabilidade e baixo custo, em contrapartida, existe a possibilidade de reação alérgica e intoxicação que aumentam com as passagens múltiplas.

Assim como qualquer tipo de tratamento que utiliza de substâncias como ácido, quem faz o peeling de resorcina deve atentar-se nos cuidados pós-peeling.

Vale lembrar que é terminantemente obrigatório o uso do protetor solar e não se expor ao sol.

Recomendações Biomédicas

  • Procedimentos estéticos não-invasivos e invasivos injetáveis de não exclusividade médica reconhecidos pela Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME), em acordo com as resoluções do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM), regulamentações da ANVISA e Leis Federais.
  • Estes procedimentos são de uso e acompanhamento do profissional Biomédico Esteta especializado.
  • As informações divulgadas nesta mensagem não substituem aconselhamento e acompanhamento do biomédico esteta. Antes de tomar qualquer decisão, procure um biomédico esteta especializado e associado à Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME).
  • BIOMEDICINA ESTÉTICA: Especialidade biomédica voltada ao tratamento estético do paciente saudável. O biomédico esteta atua na prevenção do envelhecimento precoce, da melhoria metabólica corporal, do rejuvenescimento facial e cutâneo, queda de cabelo, acne, manchas, estrias, celulite, gordura localizada e demais disfunções estéticas, para que a saúde, beleza, bem estar e autoestima do paciente sejam beneficiadas.
  • Imagens meramente ilustrativas. Os resultados podem variar a cada paciente.

Desconfie de:

  • Tratamentos estéticos extremamente baratos (o profissional bem qualificado tem o seu valor).
  • Insistência do profissional para realizar o procedimento.
  • Corporativismo profissional médico, eles não são os únicos que podem atuar na estética invasiva injetável.
  • Profissionais da saúde não habilitados pelos seus respectivos Conselhos de Classe, Associações, Sociedades e ou Sindicatos.